Diversidade é o passaporte para o Peru

Diversidade Peruana

Cores, gastronomia, idioma compreensível, música, dança, magia, história, arquitetura. O que mais o brasileiro quer para se convencer de que o país vizinho é seu próximo melhor destino internacional? Não precisa nem de passaporte

Diversidade é a palavra que melhor define o Peru. Tudo está dentro deste país pequeno, porém extremamente rico em natureza, com um dos ecossistemas mais completos e gastronomia característica, também das mais conhecidas e admiradas do mundo. Conhecer o Peru é proporcionar a si uma verdadeira viagem sinestésica, que alcança as origens do homem na Terra, com a arte, a história, a ciência e a arqueologia milenares dos Incas, responsáveis pela estruturação da agricultura, pelas curvas de nível, pela evolução de diversas civilizações antigas.

O Peru é um país com mais de 5.000 anos de história e arqueologia. Não se resume a apenas um lugar para passear e relaxar, mas para um aprendizado orgânico. A história peruana fascina e merece ser explorada e descoberta. Machu Picchu, a cidade perdida dos Incas, é uma das mais singulares maravilhas do mundo moderno e proporciona ao visitante o prazer de se participar de uma experiência única e inesquecível.

Veja os Principais Destinos turístico do Peru a visitar.

Aliás, todo o território peruano abriga os restos de várias civilizações antigas absolutamente complexas e avançadas. Uma grande oportunidade de desbravar o legado de inúmeras culturas fantásticas.

Não bastasse a história, se o visitante quiser ver selva, o Peru tem. Praias, desertos, neve? Você também encontra neste país. Por isso, a diversidade é seu forte. Os picos nevados, considerando que grande parte da Cordilheira dos Andes se encontra no país, oferece cenários definitivamente deslumbrantes para os amantes do mundo natural. No mínimo, um lugar encantador, como o povo peruano, colorido, simpático, alegre, acolhedor, musical, repleto de conhecimento e envolto por uma aura mística impressionante.

Não há uma época específica para viajar ao Peru. Em todas suas regiões geográficas (costa, serra e selva), a natureza colabora. No verão as chuvas são frequentes, mas não ocorrem na intensidade do Brasil. No inverno, o frio é considerável, o que amplia ainda mais o charme de Cusco e das demais cidades localizadas na Cordilheira dos Andes. Vinho, namoro, bate-papo com amigos, aconchego com a família, condições perfeitas.

É essa tranquilidade que muitos turistas também procuram em terras peruanas. Embora a natureza acolha plenamente o visitante, o país não oferece grandes perigos ou ameaças em termos de segurança natural ou física.

As vantagens de viajar ao Peru são inúmeras, especialmente aos vizinhos brasileiros. É uma viagem internacional quase próxima de casa, perto da região central do Brasil; o país conta com opções para todos os bolsos e gostos durante todo o ano; há voos regulares partindo diariamente das principais cidades brasileiras, seja São Paulo, Rio de Janeiro ou Porto Alegre, para Lima, a capital peruana.

Não se preocupe com o idioma: o peruano fala um espanhol bastante claro e compreensível. Muitos prestadores de serviços turísticos também falam o português. E tem ainda outra grande vantagem aos brasileiros: a viagem ao Peru não necessita de passaporte, tampouco de visto para entrada. Peru e Brasil são países irmãos, integram o Mercosul e, apresentando apenas o documento de identidade, legível e com menos de 10 anos de expedição, o turista brasileiro já pode viajar.

Veja a melhor época para viajar a Machu Picchu

Prato cheio para a boa gastronomia

Considerado um dos países com a maior variedade culinária do mundo, o Peru conta também com um dos chefs de cozinha de maior sucesso mundial. Gastón Acurio está entre os 10 mais reconhecidos.

Por conta da geografia diversificada, o Peru produz uma infinidade de produtos agrícolas, o que reflete diretamente em sua vasta culinária. De acordo com o costume local, todo prato deve ser servido em porções bem generosas. É o lugar ideal para quem gosta de comer bem e a bom preço.

O ceviche é um de seus carros-chefes. Não deixe de provar o saboroso suco de milho roxo, chamado de chicha morada. Trata-se de uma bebida doce e refrescante, com cravo e canela e um leve gosto de abacaxi. Tão popular no Peru, a chicha morada é até mesmo produzida em escala industrial e está à venda em garrafas, latas ou em pó para preparo instantâneo, por todo o país.

O milho é um alimento interessante no Peru. Há mais de 50 tipos no país. A batata nativa também surpreende: mais de 5.000 variedades! Apesar de o Brasil compartilhar o território amazônico com o Peru, há muitas coisas diferentes no vizinho, muitas espécies endêmicas.

Uma das coisas improváveis de se fazer no Brasil e que no Peru é bastante comum, é brincar com uma lhama. Não importa a idade, não há quem resista ao charme desses animais, bem como a todo o charme peruano, que envolve o visitante de magia do começo ao fim, deixando no paladar – depois de provar a chicha morada – um bom gostinho de quero mais.

Aproveite e confira nossos pacotes para o Peru e temos melhores opções de roteiros para a sua viagem ao país milenar dos Incas.


Foto capa:  ravalli1 via VisualHunt.com / CC BY-NC-SA

Deixe uma resposta