KIWICHA: Um dos Poderosos Grãos Andinos! já Ouviu Falar Dele?

Um alimento não muito conhecido pelos brasileiros, mas que é uma das maiores riquezas que nasce em solo andino peruano: a kiwicha ou amaranto! Você já ouviu falar deste grão? Se não, continue lendo para se surpreender com seus benefícios, se já conhece, leia também para aprender um pouco mais sobre este, que é um dos alimentos mais antigos do Peru.

Informações sobre o kiwicha, este superalimento peruano:

Seu nome científico é Amaranthus caudatus Linnaeus e, segundo estudos, teria sido plantada e cultivada há mais de 4 mil anos pelo povo inca. Também segundo historiadores, durante o período da colônia, os invasores espanhóis descobriram o alimento e seu valor, porém decidiram proibir o seu consumo e circulação e qualquer alimento que fosse proibido pelos colonizadores não podia ser semeado ou colhido. O consumo de kiwicha retornou anos depois, tendo relevância dentro da dieta da população local.

O kiwicha é considerado um dos superalimentos peruanos – já escrevemos sobre eles no blog, é só clicar aqui para ver a matéria completa – e é um dos poucos amarantos que as sementes conseguem prosperar a mais de 2500 metros acima do nível do mar. A região que mais produz este alimento atualmente é o departamento de Cusco, mas segue sendo cultivado também em Arequipa, Ancash, Cajamarca, Junin e outras. Ou seja, é possível encontrar este grão em quase toda a extensão do país.

Os benefícios do consumo de kiwicha:

Este importante grão foi considerado pelos ancestrais incas como um dos principais alimentos a serem ingeridos como fonte de energia, devido a seu grande valor nutricional. Cada grão tem de 15 a 18% de proteína, contendo também altas percentagens de cálcio, ferro, fósforo, potássio e zinco. Incrível, não é?! Além disso, estudos comprovam que o grão tem propriedades antioxidantes e preserva a saúde e o funcionamento de tecidos específicos, como a retina. Possui aminoácidos que favorecem o desenvolvimento cerebral e ajuda o sistema nervoso a se manter equilibrado. Com tantos benefícios, você já deve estar convencido de adicionar o kiwicha na sua alimentação, não é?! Para ver dicas de como preparar kiwicha, leia abaixo!

Como preparar kiwicha?

A vantagem é que este é um alimento bem versátil, podendo ser consumido em receitas doces e salgadas. É uma ótima opção para ser ingerida no café da manhã, seja cozinhando os grãos ou utilizando sua farinha na mistura com outros ingredientes, como aveia ou leite. Algumas pessoas também misturam a semente com outros cereais, como a quinoa, um outro alimento típico do Peru, e com o feijão. Já a farinha de amaranto pode ser utilizada para substituir a farinha branca normal em receitas de bolo e pães.

Já se você deseja experimentar uma típica receita andina com kiwicha, a nossa dica é prepara-la como as avós, em forma de doce acompanhado com amendoim. É uma espécie de marmelo e kiwicha que vale a pena experimentar.

Não deixe de conhecer mais soube o Peru, como seus atrativos, á comida, música e obviamente Machu Picchu com a Viagens Machu Picchu você terá um sonho feito realidade descobrindo o tesouro dos incas.

Deixe uma resposta